Temas para Psicoterapia: Qual a sua demanda?

Taís Santos

Taís Santos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Email
WhatsApp

Temas para Psicoterapia: Qual a sua demanda?

Ao iniciar um processo de psicoterapia é comum que o profissional, de forma bem inicial te questione sobre sua demanda, ou seja, o (s) motivo (s) que te levam a buscar ou necessitar de um profissional para te auxiliar com a saúde mental. Este momento é de muita importância, visto que é a partir desta necessidade inicial que a psicoterapia vai se estabelecer para intervenção.

Muitos tentam organizar, ou mesmo, ocultar, disfarçar o real motivo de necessitarem de ajuda para saúde mental, por vergonha, medo, inseguranças, rejeição ou qualquer outro motivo que costuma ser alimentado socialmente, mas é necessário ser sincero e aberto, lembre-se que este profissional esta preparado para receber suas questões e com tranquilidade conduzir o processo para melhoras.

Sobre os temas que podem levar um indivíduo à terapia, pode haver uma variedade e singularidade, visto que cada cliente é único. É possível dialogar sobre Psicopatologias: Depressão, ansiedade, TOC, entre outros; Sintomáticas diversas: Insônia, dificuldades com alimentação, cansaço, fadiga, sensação de esgotamento, tristeza, tédio, entre outras; Dificuldades relacionais: Conjugais, afetivas, familiares, dificuldade de comunicação, etc.; Questões relacionadas ao emprego; Perdas e luto, ou qualquer outra questão que possa pôr em risco a qualidade de vida da pessoa.

Lembre-se que a psicoterapia compreende o sigilo e a confidencialidade das informações, o cuidado com a saúde das emoções em toda complexidade psicologia. Trata-se de um processo, a ser conduzido por profissional competente e pautado por um código de ética, assim, é possível ter tranquilidade e confiança para cuidar da sua demanda.

Compartilhe
Facebook
Twitter
LinkedIn
Email
WhatsApp

Leia Também

Pensamento suicida
Sem categoria
Catiane Giocondo

Pensamento suicida

Já observou que o ato suicida não tem idade? O suicida não tem classe social e a pessoa com dor pode estar ao seu lado?

Leia Mais

Deixe uma resposta